segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

RESUMO DA SEMANA LINGUAGEM GEOGRÁFICA


GENTRIFICAÇÃO HIPSTER?
http://goo.gl/p9JZyM

RIQUEZA DE 1% DEVE ULTRAPASSAR A DOS OUTROS 99% ATÉ 2016, ALERTA ONG
http://goo.gl/TUaYD2

ATRAVÉS DE UMA CARTA TOPOGRÁFICA CRIE O SEU  O RELEVO COM O APP LADSCAPAR 
http://goo.gl/u3s2PN

LITUÂNIA PREPARA CIDADÃOS PARA EVENTUAL INVASÃO RUSSA
http://goo.gl/OtUD1j

AS PIORES ESTATÍSTICAS DE CADA PAÍS EUROPEU
http://goo.gl/mEVmTl

VÍDEO: AS ORIGENS DA INTOLERÂNCIA 
http://goo.gl/xl1d69

10 CIDADES PLANEJADAS VISTAS DE CIMA
http://goo.gl/WNL3td

COMO É A VIDA EM UM DOS PAÍSES MAIS REPRESSORES DO MUNDO?
http://goo.gl/wlwUeD

sábado, 24 de janeiro de 2015

AULA DE CAMPO


COMO É A VIDA EM UM DOS PAÍSES MAIS REPRESSORES DO MUNDO?

Relato de Abdujalil Abdurasulov para a BBC.

Com largas avenidas e grandes edifícios de mármore branco, Asjabad, a capital do Turcomenistão, país da Ásia Central, parece deserta. O único som que se escuta é o dos muitos chafarizes em praças públicas. De vez em quando aparecem garis, que varrem as calçadas sem parar. Fica a sensação de se estar sendo observado. Um homem em trajes civis e com um walkie talkie aparece do outro lado da rua e começa a gritar comigo quando pego a câmera para filmar.Os policiais que vigiam as ruas vazias são uma lembrança de que o Turcomenistão é um dos países mais repressores do mundo.

Ruas desertas e silenciosas na capital do Turcomenistão.
E na ex-república soviética, a vigilância ocorre até no trânsito. A pequena câmera instalada numa das janelas do meu carro gravou um policial em sua viatura. Ele olhava diretamente para a lente e falava freneticamente. Sua intenção poderia ser simplesmente me assustar, mas esse tipo de encontro causa pavor na população e ajuda a impor obediência. E o medo está crescendo. Quando visitei o Turcomenistão sete anos atrás, era surpreendente como os locais eram pouco temerosos em falar com a mídia estrangeira. Naquela época, elogiavam o governo, que lhes dava gás e eletricidade gratuitos, além de combustível e alimentos baratos. Isso me lembrou algo que aprendi sobre contratos sociais em minhas aulas da teoria política: o Estado dá benefícios econômicos aos cidadãos e, em troca, os cidadãos não questionam o Estado. Hoje, porém, a sensação é a de que esse acordo não funciona mais no Turcomenistão. "Meu salário dá apenas para alimentar minha família", um morador de Asjabad me conta. "Temos imensos recursos energéticos, mas o povo não se beneficia disso. Inclusive, instalaram medidores de gás em nosso apartamento." O gás e a eletricidade já não são mais gratuitos.

Localização do Turcomenistão.
"O preço da carne e do transporte público também subiu", queixa-se um vizinho. "Mas as pessoas não protestam. Elas tem medo, não apenas por elas, mas também pelos parentes, pois aqui há castigos coletivos." Segundo Rachel Denber, da ONG Human Rights Watch, a situação dos direitos humanos no Turcomenistão permanece "péssima". "Não há liberdade de expressão, de congregamento, ou religiosa", afirma Denber. "Trata-se de um país em que os cidadãos vivem com medo das autoridades em todos os níveis, incluindo para algo tão simples como conseguir um aparelho de ar-condicionado no verão".
Gás e democracia. Mas o Turcomenistão não enfrenta a condenação da comunidade internacional. Na verdade, governos e empresas ocidentais buscam seduzir as autoridades para ganhar acesso os recursos naturais do país. O Turcomenistão tem a quarta maior reserva de gás natural do mundo, e, a cada ano, o país realiza uma conferência energética internacional. Ao final do evento, os participantes agradecem o presidente Gurbanguly Berdymukhammedov, segurando uma foto sua. No poder desde 2006, substituindo um presidente que passara 16 anos no cargo, Berdymukhammedov "venceu" as mais recentes eleições, em 2012, obtendo 97% dos votos válidos.

Berdymukhammedov, no centro.
Mas a falta de democracia não parece assustar, por exemplo, a União Europeia, que negocia com o presidente a construção de um gasoduto para levar o gás do Turcomenistão para a Europa. O representante do bloco no país, Denis Danilidis, diz que as reformas virão. "Não deixamos de tocar em assuntos como os direitos humanos ou o cumprimento da lei. Pelo contrário. Mas discutimos esses temas de maneira positiva", explica Danilidis. "Ao nos comprometermos com um projeto como o do gasoduto, nosso diálogo ficará mais profundo e permitirá um maior nível de confiança, o que terá efeito sobre nossas discussões sobre temas como os direitos humanos." Para ativistas de direitos humanos, no entanto, isso é uma ilusão. Eles defendem o argumento de que representantes ocidentais devem deixar claro ao governo turcomeno as expectativas que têm a respeito dos direitos humanos.

Policiais vigiam a população até no trânsito.
O Turcomenistão é um dos países mais isolados do mundo, apesar de a expansão da internet através da telefonia celular ter trazido algumas mudanças. Mas toda atividade online é monitorada. E a maioria das redes sociais é bloqueada. Quem desafia as regras acaba preso ou desaparece. Para comprar um chip ou mesmo usar um computador num cybercafé, é preciso fazer cadastro e mostrar o passaporte. "O governo torna absolutamente impossível alguma alternativa", afirma Rachel Denber. "E o preço (de desafiar o controle estatal) é ir para a prisão ou algo pior".

Fonte: BBC.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

AS PIORES ESTATÍSTICAS DE CADA PAÍS EUROPEU

E se juntássemos o pior da União Europeia, que tipo de país teríamos? O Thrillism pesquisou algumas das piores estatísticas de cada país e elaborou o perfil dessa hipotética federação. 
Áustria: mais jovens fumantes
Por alguma razão, os jovens austríacos pensam que fumar é charmoso: todos os dias 29,4% dos austríacos entre os 15 e os 24 anos puxam do cigarro todos os dias.
Bélgica: piores congestionamentos de trânsito
As duas cidades com pior trânsito do mundo, Bruxelas e Antuérpia, são belgas
Bulgária: pior liberdade de imprensa
Numa altura que se fala tanto de liberdade de imprensa, há que referir que um dos países com pior liberdade de imprensa encontra-se na Europa, a Bulgária.
Croácia: menor número de Erasmus
Os croatas não se interessam muito pelo programa de troca de estudantes europeu, o Erasmus
Chipre: menor número de jovens de 18 anos na escola
Não há muitos cipriotas de 18 anos na escola, pelo menos quando comparado com o resto dos países europeus
República Checa: pior país no que toca à “escravatura moderna”
Segundo o Thrisllist, a República Checa lidera o tráfico de mulheres na Europa
Dinamarca: Menos Zaras per capita
Não é necessariamente uma má estatística, mas a Dinamarca não é conhecida por índices excessivamente mórbidos. Ainda assim, aqui fica a notícia: existem apenas duas lojas Zara no país.
Estônia: maior discrepância entre salários de homens e mulheres
Na Estônia, uma mulher ganha menos 27,3% que um homem que faça a mesma função.
Finlândia: maior taxa de depressão
Com tão pouco sol, não era de esperar outra coisa: a Finlândia é o país da Europa com uma maior taxa de depressão.
França: menor fluência em inglês
Outra estatística que não traz grandes surpresas: a França é o país onde se fala pior inglês.
Alemanha: menor taxa de proprietários de casas
Os alemães adoram arrendar casa – segundo o Thrilist, existe uma razão: eles já são proprietários de muitas casas gregas e espanholas. Má-língua!
Grécia: maior dívida externa
No final de 2013, a dívida externa grega tinha estabilizado nos 130% do seu PIB.
Hungria: maior IVA
Portugal fica muito próximo, mas é a Hungria que tem um IVA mais alto na Europa: 27%.
Irlanda: maior taxa de fibrose cística
A Irlanda tem a maior percentagem de fibrose cística da Europa: um caso por cada 1.800 nascimentos.
Itália: Maior evasão fiscal
Cerca de €200 mil milhões (R$ 631 mil milhões) por ano são perdidos devido a impostos não pagos pelos italianos.
Letónia: maior percentagem de presos
Cerca de 305 em cada 100.000 habitantes da Letónia estão presos.
Lituânia: maior taxa de suicídios
A Finlândia tem a maior percentagem de deprimidos, mas é a Lituânia quem lidera nos suicídios.
Luxemburgo: Menor gasto em educação
Em 2007, o Luxemburgo gastou apenas 3,15% do seu PIB para financiar a educação.
Malta: país onde é mais complicado abrir um negócio
Não existe simplex em Malta: o país está no 161ª lugar, numa lista de 189 países compilada pelo Banco Mundial, onde é mais difícil abrir um negócio.
Holanda: maior percentagem de ciclistas mortos em acidentes na estrada
A Holanda é um dos países com maior número de ciclistas do mundo, mas também de mortes na estrada ligadas aos utilizadores de bicicleta.
Polônia: menos médicos per capita
Polônia não é um bom país para adoecermos, uma vez que existem poucos médicos per capita.
Portugal: menor taxa de nascimento
Não é novidade nenhuma: Portugal é um dos países onde menos se nasce no mundo – e na Europa.
Roménia: menos cinemas per capita
Os romenos não são grandes fãs de cinema, a julgar por esta estatística ligada ao entretenimento.
Eslováquia: maior abstenção
Apenas 13,05% da população eslovaca vota regularmente. Sim, 13,05%!
Eslovénia: mais mortes ligadas ao alcoolismo
Alguém tinha de liderar nesta estatística, mas o Thrillism não exibe quais os números.
Espanha: maior taxa de abandono escolar
Os nossos vizinhos não são grandes estudantes: cerca de 23,5% não completa o ensino obrigatório.
Suécia: Menos camas de hospital per capita
Aqui está uma estatística interessante. Será que a Suécia tem menos doentes que os outros países?
Reino Unido: maior utilização de cocaína
Para além da cocaína, os britânicos também lideram na utilização de anfetaminas, ecstasy e LSD.
Fonte: Thrillist.com
Foto: Caitlin Regan / Creative Commons

10 CIDADES PLANEJADAS VISTAS DE CIMA

A maioria das cidades planejadas, provavelmente, não são projetadas com a visão do espaço em mente, mas algumas delas criam incríveis padrões sobre a paisagem que só podem ser verdadeiramente apreciados do espaço, como podemos visualizar na imagem abaixo, de Canberra.

Canberra, Austrália.
Boa parte delas são construídas a partir do zero e nascem de muitas inspirações diferentes. Além disso, são projetadas com alguns objetivos essênciais em mente: otimizar o fluxo de tráfego, maximizar o acesso a espaços verdes e manter tudo no seu devido lugar. Algumas são um compromisso entre duas cidades que estão competindo para ser a capital de seu país – e por isso construídas em um território neutro e em espaços supostamente subdesenvolvidos –, algumas são construídas para manter operários perto de seus locais de trabalho e outras têm a intenção de ser uma espécie de utopia conjugando jardins públicos, passeios, ruas e rodovias em harmonia, a fim de curar a “doença urbana” desenfreada das grandes metrópoles.

Essas vilas, cidades e comunidades podem ser encontradas em todo o mundo. A capital do Brasil – concebida num plano urbanístico conhecido como “Plano Piloto” – com suas formas, funcionalidades e contexto histórico particulares, é um ótimo exemplo desses centros urbanos que não são meros frutos do acaso.

Brasília, Brasil.
Veja abaixo uma série de imagens que nos apresenta as mais impressionantes vistas de cidades planejadas ao redor do mundo sob uma perspectiva espacial.

El Salvador, Chile.
Adelaide, Austrália.
Jaipur, Índia.
La Plata, Argentina.
Washington D.C., EUA.
New Haven, EUA.
Palmanova, Itália.
Belo Horizonte, Brasil.
Localize no mapa as 10 cidades apresentadas:

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O JEITO FOI IMPROVISAR...


A FORMIGA PROFESSORA

A FORMIGA PROFESSORA
Autor desconhecido

'Todos os dias, uma Formiga professora chegava cedinho à escola e pegava a sério no trabalho

A Formiga ensinava e era feliz.

O Ministro Besouro estranhou a Formiga trabalhar sem supervisão. Se ela ensinava tão bem sem supervisão, seria ainda melhor se fosse supervisionada.

E colocou uma Barata, que nunca tinha lecionado, mas preparava belíssimos relatórios e tinha muita experiência, com muita coisa, menos com sala de aula.

A primeira preocupação da Barata foi a de padronizar o horário de entrada e saída da Formiga.

Pouco depois, a Barata precisou de uma secretária para ajudar a preparar os relatórios e contratou também uma Aranha para organizar os arquivos e controlar as ligações telefônicas.

O Besouro ficou encantado com os relatórios da Barata e pediu também, gráficos com indicadores e análise das tendências que eram mostradas em reuniões.

A Barata, então, contratou uma Mosca, e comprou um computador com impressora colorida.

Logo, a Formiga produtiva e feliz, começou a lamentar-se de toda aquela movimentação de papéis e reuniões!

O Besouro concluiu que era o momento de criar a função de Diretor para a Escola onde a Formiga ensinava e era feliz.

O cargo foi dado a uma Cigarra, que mandou colocar um carpete no seu escritório e comprar uma cadeira especial..

A nova Diretora Cigarra logo precisou de um computador e de uma Vice-diretora, a Pulga (sua assistente no tacho anterior)
para ajudá-la a preparar um plano estratégico de melhorias no ensino e o controle do orçamento para as salas onde trabalhava a Formiga, que já não cantarolava e cada vez ia ficando mais aborrecida

A Cigarra, então, convenceu o gerente Besouro, que era preciso fazer um estudo do clima.

Mas, o Besouro, ao rever os relatórios, deu-se conta de que a turma na qual a Formiga era professora não atingia os objetivos como antes e contratou a Coruja, uma prestigiada consultora, muito famosa, para que fizesse um diagnóstico da situação. A coruja permaneceu três meses na escola e emitiu um imenso relatório, com vários volumes, que concluía: Há muita gente nesta escola!!

E adivinhe quem o Besouro mandou demitir?

A Formiga, claro, porque andava muito desmotivada e aborrecida.

Já viu este filme antes?

METEORITOS QUE ATINGIRAM A TERRA DESDE 861 D.C

       Apenas 3% de todos os meteoritos registrados que se abateram sobre a terra foram vistos caindo. Agora você pode assistir a cada uma das 1.045 quedas nesta animação incrível - e você pode clicar em qualquer um dos meteoritos caídos para mais detalhes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...